Road Trip: Conhecendo as Rockies – Parte 2 (Banff National Park)

Estou devendo a segunda parte do post sobre a road trip, eu sei, eu sei! Então sem mais demoras, vamos à ela! No meu primeiro post, falei sobre a linda e encantadora cidade de Canmore, e agora vamos conhecer melhor o Parque Nacional de Banff, uma jóia nas montanhas canadenses que todo mundo devia conhecer!

Banff é tanto o nome da cidade que fica na beirada do parque, como o nome do próprio parque em si. Por ser bem turística, pode ter preços não tão convidativos (daí a dica de ficar nas cidades dos arredores, como Canmore). E você não precisa se hospedar em Banff para ter acesso fácil ao parque! De Canmore, não demorava mais do que 10 minutos de carro até a entrada do lugar.

entrada

Ingresso

Sim, tem que pagar para entrar e usufruir do Parque Nacional. Quando fomos, estava $9.80 por pessoa, e ele vale um dia inteiro (até às 16h do dia seguinte — ou seja, ainda dá pra entrar de manhã do outro dia e aproveitar mais um pouco com um único passe!). Idosos (mais de 65 anos) pagam $8.30 e crianças e jovens (até 16 anos) pagam $4.90.

Outra opção é pegar o passe de família, que custa $19.60 por carro com até 7 pessoas.

banff

Existe também um passe anual, que vale super a pena para quem mora por aqui e planeja visitar com frequência a região. O passe anual individual é $67.70 (adultos), $57.90 (idosos), $33.30 (crianças e adolescentes) e $136.40 (família).

Lembrando que esses preços são de 2016 e podem sempre mudar!

Camping

O parque tem diversas áreas reservadas para camping, caso você prefira passar a noite em meio à natureza. Nós ainda não tivemos essa experiência, mas está na nossa bucket list, hehe.

Você pode acampar em barracas mesmo, ou usando um RV, aqueles famosos trailers que a gente vê em filme americano de família que saiu de férias.

Seja qual for a opção, você também tem que pagar algumas taxas dependendo do camping que escolher.

Todos os preços podem ser conferidos aqui.

Os lagos

O Parque Nacional de Banff é GIGANTE, então ir de carro é fundamental. Pra terem uma ideia, da entrada do parque até Lake Louise era mais ou menos uma hora de carro!

Claro, no meio do caminho tem um monte de coisa bacana para ver e fazer.

lake2

 

Mas a dica é: se quer ver os lagos (Lake Louise e Lake Moraine são os mais famosos), vá cedo ou deixe para o fim do dia. Principalmente se estiver indo no verão. O motivo é que o estacionamento que dá justamente para os lagos mais populares enche rápido, e quando ele lota, ele fecha para novos carros (lógico).

Uma opção é pegar um shuttle gratuito que sai de tempos em tempos de uma determinada área do parque e leva alguns passageiros até os lagos (e traz de volta, também sem custo). Tem uma tabela com horários para o lake Moraine aqui. Se perder o último shuttle pra voltar do lago, meu querido, chama um Uber e boa sorte hehe!

Ah, e o shuttle é só durante o verão, época mais movimentada.

Se vale a pena esse transtorno todo pra ver um raio de um lago? Bem, vou só deixar uma foto aqui e você decide:

lake

No verão, os lagos Louise e Moraine podem ficar bem cheios, mas se você quiser ter uma vista privilegiada e menos tumultuada de gente, a dica é fazer as trilhas em volta dos lagos. São várias, com plaquinhas indicativas do tamanho de cada uma (algumas são beeeem longas — haja disposição!).

Ah, e nos arredores dos lagos você ainda pode saber mais sobre a história do lugar, como os primeiros exploradores que desbravaram a região.

E claro, tem outros que merecem a visita, como o Peyto Lake e o Bow Lake.

Outros pontos turísticos

Como eu falei, o parque é enorme, o que significa que tem muita muita muita coisa pra ver. Se você é um amante da natureza, prepare-se! Câmeras a postos, e vamos lá!

Hot springs (águas termais)

A região das Rockies tem águas termais naturais super relaxantes. Para conhecer, basta ir até o Banff Upper Hot Springs, uma espécie de clube, com piscina, spa e, claro, as tais águas termais. A entrada é paga à parte, e custa $7.30 para adultos e $6.30 para idosos ou crianças e adolescentes. Visitem o site para saber mais.

Johnston Canyon

canyon

Uma trilha maravilhosa, que passa por rios e cachoeiras, através de pontes e passarelas. Pode ser bem concorrida, mas super vale a pena. Em determinado ponto, vai ter uma bifurcação onde você escolhe se quer seguir a trilha mais curta ou a mais longa — aí vai do seu ânimo! Nós fizemos a mais curta e ainda assim tivemos vistas maravilhosas!

Banff Gondola

brewster-banff-gondola2

Como eu falei, o Banff National Park é enorme (6.641 Km²), cheio de trilhas, lagos e cachoeiras. É uma coisa linda de se ver! E mais ainda se visto de cima.

Se você não tem medo de altura, vale a pena procurar as gôndolas do parque, para ter aquela visão espetacular do que a natureza é capaz. São 8 minutos de passeio, que te levam até o topo da Sulphur Moutain, com 883 metros de altitude!

Os preço do passeio atualmente é de $49 para adultos e $25 para crianças e adolescentes. Mais informações aqui.

Gostaram? 🙂

Nós fomos no verão, e foi maravilhoso. Dizem que no inverno a experiência é completamente diferente, com estações de ski, picos branquinhos e lagos congelados. Não vejo a hora de ir de novo!

ju
Tchau, Banff!

Deixe uma resposta

%d blogueiros gostam disto: