Projeto 12 Cafés: Pêche Cafe 1

Projeto 12 Cafés: Pêche Cafe

Fiquei sabendo da existência do Pêche Cafe no ano passado.  Alguém me marcou no instagram em um post sobre esse café novo na cidade e ele parecia bonitinho. Deixei marcado pra ir um dia. Pouco tempo depois, estavam comentando no meu trabalho, sobre como o menu parecia ser bom.

E por fim fiquei sabendo que eles eram dos mesmos donos da Die Pie, uma pizzaria que eu A-M-O na cidade. Pronto, eu estava convencida: precisava conhecer o Pêche Cafe.

A localização

O Pêche Cafe fica em Downtown, um pouco depois da Churchill Square e perto do Royal Alberta Museum, na 97 Street. Não tem estacionamento gratuito, apenas os de rua (com parquímetro, mas grátis aos domingos) ou estacionamentos pagos por perto. Como fica em Downtown, é fácil de chegar com transporte público.

Projeto 12 Cafés: Pêche Cafe 2

O ambiente

O Pêche Cafe é super fofo e aconchegante. É um ambiente bem claro e clean, mas com uma pegada levemente industrial: tem uma parede de tijolinhos e tubulação aparente. Pra marcar as mesas, eles usam cartas de baralho, o que achei bem divertido!

Projeto 12 Cafés: Pêche Cafe 3

O cafe tem bastante espaço, mas talvez durante a semana seja bem movimentado (pois Downtown). Fomos de manhã no sábado para um brunch e estava bem tranquilo por volta das 11 horas, e começou a encher um pouco na hora do almoço.

A comida

Oh meu Deus, a comida! O cardápio é de dar água na boca e a vontade era pedir um de cada para experimentar. Mas eu me comportei e pedi um item só (waffles com “frango” — já explico, enquanto meu marido pediu um queijo quente), com um café pra acompanhar. Já adianto que a comida estava divina e eu não vejo a hora de voltar pra explorar o resto do menu.

Projeto 12 Cafés: Pêche Cafe 4

Um detalhe: o cafe é 100% vegano. Então o tal frango que veio no meu prato era de proteína vegetal (seitan), e o queijo do sanduíche também não era a base de laticínios.

No fim da tarde/noite, o Seitan Disciples toma conta do lugar, oferecendo diversos pratos de “frango” (vegano, de seitan) frito. Para quem não está familiarizado, o seitam é uma massa feita de glúten (geralmente a base apenas de farinha de trigo) usada para substituir a carne em pratos veganos. Não, não leva soja (mas é um problema para os celíacos).

Vitrine de doces e salgados do Peche Cafe

Se você é do tipo que tem preconceito com comida vegana, essa é uma excelente oportunidade pra dar uma nova chance a esse tipo de culinária!

O preço

Achei os preços bem em linha com a maioria dos brunches por aí. Algumas coisas talvez sejam um pouco salgadinhas, mas ainda assim nada a ponto de ser exorbitante.

Ah, e eles também entregam via aplicativos de delivery!

Ambiente interno do Peche Cafe

Veredito sobre o Peche Cafe:

Maravilhoso!!! Nota 10 de 10, sem dúvida! Recomendo demais, nem que seja para apenas tomar um café e comer um cookie!

* * *

Pêche Cafe
10255 97 Street
pechecafe.com
$$

$ = até $15 / $$ = entre $16 e $25 / $$$ = acima de $26