Esse tal de Vórtice Polar

Você deve ter ouvido esse nome por aí quando um frio incomum e intenso atingiu algumas áreas dos Estados Unidos, deixando todo mundo chocado. O polar vortex, ou vórtice polar em bom português, assustou algumas pessoas e para o nosso desgosto, estacionou em Alberta por um bom tempo, fazendo com que as temperaturas caíssem para abaixo dos -30 (chegando a -40) por dias a fio.

Mas não foi sempre assim no bom e velho Canadá? Elementar, meu caro leitor. Mais ou menos.

Polar vortexNão é segredo pra ninguém que Alberta tem invernos pra lá de congelantes. Passar um ano aqui e não pegar 2 digitos abaixo de zero é simplesmente impossível. E realmente, temperatura na casa dos -30 não é novidade. Só que nos meus 4 invernos em terras canadenses, esse foi o primeiro em que os tais -30 foram ficando, e ficando, e ficando…

Normalmente, temos alguns poucos dias com o termômetro nesse nível. Logo em seguida, as coisas voltam para a normalidade dos -15 ou -20 graus Célsius. O que é, em certo ponto, tolerável. Mas este ano a temperatura vem se recusando a subir, o que faz com que a simples tarefa de sair de casa se torne um verdadeiro martírio. E você acha que alguém deixou de ir trabalhar por causa disso? Na na ni na não, pequeno gafanhoto. A vida segue normal na capital de Alberta.

Vór… o que?

Uma rápida pesquisa me revelou o culpado por esse inverno tão desgraçado: o tal do vórtice polar, que assolou os Estados Unidos, agora faz do Canadá sua vítima. Aparentemente, esse fenômeno existe desde que o mundo é mundo e não há nada de novo nele. O problema é que ele geralmente fica concentrado no Ártico e nas regiões bem ao norte. Esse ano, uma corrente de ar quente empurrou o ar gelado do vórtice para o sul, causando essa friaca por mais tempo que o normal.

E não só eu que estou estranhando! Entre os canadenses, a reclamação é geral: ninguém se lembra desse tempo frio ficar nos rondando por tanto tempo seguido aqui em Edmonton.

E como vive desse jeito?

Vivendo, hahahaha. Não tem muito jeito: a saída é colocar o triplo de camadas de roupa e se proteger bem. Qualquer minutinho com a pele exposta nessa temperatura pode causar estragos (frostbite, já ouviu falar?). E isso é sério mesmo: sair com luvas e gorro é praticamente obrigatório. E estou falando de luvas boas, não aquelas da Dollarama que a gente compra por 2 dólares. Proteger (bem) o nariz, dedos e orelhas é primordial.

Os carros também sofrem com esse tempo, e é comum ver baterias se recusando a funcionar por causa do frio. A solução para isso é usar um block heater, algo que todo carro aqui já tem. Ele é basicamente um aquecedor para a bateria, que funciona ligado na eletricidade. Exatamente isso que você leu: quando a temperatura despenca assim, temos que ligar o carro na tomada para manter a bateria quentinha enquanto ela não trabalha. Por isso é comum ver estacionamentos com plugs de tomadas por aqui.

Block heater

E haja hidratante, viu? O clima em Edmonton é extremamente seco, e aliado ao frio, a pele sofre horrores. Se você tem algum problema respiratório, pode ser uma boa ideia considerar comprar um umidificador pra deixar em casa.

E quando vai melhorar?

Só Deus sabe. E talvez os metereologistas. O inverno em si deve seguir normalmente até abril, ignorando a primavera como sempre, mas a torcida é para que a temperatura volte para um número mais aceitável nos próximos dias. Que a gente possa viver nossos -15°C em paz!


E não se esqueça de seguir o blog no Instagram (@edmontonfeelings) e assinar nosso feed para receber posts fresquinhos no seu e-mail! 😉

%d blogueiros gostam disto: