Conhecemos o Dinosaur Provincial Park (e você devia fazer o mesmo)

Desde que eu soube da existência do Dinosaur Provincial Park, cismei que teria que conhecê-lo. Dinossauros eram a paixão da minha infância, aqueles áureos tempos em que sonhar não custava nada e que um filme como Jurassic Park era suficiente para me deixar boquiaberta por dias.

Hoje ser paleontóloga não é mais meu dream job, mas o fascínio permanece. E saber que eu poderia pisar no mesmo local que um dia esses bichos enormes vagaram pela Terra era sedutor demais. Então eis que no em pleno “May Long”, o feriadão de maio, o primeiro desde o fim do inverno, nós fizemos as malas e pegamos a estrada rumo a essa incrível e apaixonante terra de fósseis e histórias.

O que é o parque

O Dinosar Provincial Park é um parque provincial aqui de Alberta, uma área de preservação e patrimônio mundial da Unesco, lar de centenas de ossadas de dinossauros. Vários foram descobertos na área durante o século 20, numa verdadeira “corrida do fóssil”, onde vários escavadores se amontoaram no parque para ver quem achava mais. Nessa brincadeira, mais de 40 espécies diferentes foram descobertas. Até hoje o lugar recebe pesquisadores, e com certeza ainda devem ter ossinhos escondidos pelo parque.

O lugar

O parque fica a 5h30 de Edmonton. Sim, é uma viagem e tanto! Considerando trânsito e alguma parada no meio do

caminho, lá se vão ao menos 6 horas no carro. Mas vale a pena cada segundo.

Para quem está em Calgary, o trajeto é mais curto: apenas 2h30, no sentido leste. Molezinha!

O parque fica numa região de clima árido. Tão árido que é lar de cactos, cobras e escorpiões. Pois é, lá você não precisa se preocupar com ursos: os avisos espalhados pelo parque pedem pra você se preocupar é com as cobras, aranhas viúva-negras e escorpiões que se escondem debaixos das rochas!

E é quente o lugar, viu? O calor, mesmo em maio, estava de rachar. O verão deve ser ainda pior! Por isso, muito protetor solar, bonés e litros de água são mais do que necessários em uma viagem dessas. E um bom par de tênis, pois as trilhas do lugar são esplêndidas!

O que tem para fazer

Trilhas e passeios. Se você vai passar o dia no parque, não fique apenas moscando. Vá caminhar! Vá conhecer o local! Pesquise sobre os passeios guiados ou pegue um mapa e caminhe por conta própria.

Apesar de muitas trilhas serem pelas rochas e com elevação, elas não são difíceis. O importante é ter um bom calçado, para você não escorregar quando precisar pular de uma pedra para outra ou quando for subir alguma montanha. Mas as trilhas são curtas (menos de 2km cada) e acessíveis. O Yoshi nos acompanhou em todas, e só desistia de andar no meio da tarde, quando o calor deixava o coitado esbaforido demais.

Vai ter fósseis?!

Bem, não espere tropeçar em algum fóssil enquanto estiver andando pelo parque. Atualmente, tem duas ossadas em exposição pelo parque, que você pode ver através de um vidro. Existem programas também onde você pode participar de passeios guiados que podem até mesmo incluir participar de uma escavação — mas tais programas são pagos.

Então não, dificilmente você vai achar alguma coisa por conta própria. Mas se achar, por favor, notifique os responsáveis pelo parque!

Ainda assim, é sem sombra de dúvidas maravilhoso conhecer a história do parque e saber o tanto que já foi feito ali, explorar os mesmos lugares que paleontólogos e arqueólogos exploraram e apreciar a oportunidade de conhecer esse esse patrimônio incrível da humanidade.

Onde ficar

Eu, como fã de camping que sou, recomendo fortemente que se acampe dentro do parque. Sim, o parque possui área de camping, o que facilita bastante, pois basta acordar cedo para ir explorar o lugar.

O camping recebe tanto RVs quanto barracas, e é super kid e pet-friendly! Nunca vi tantas crianças e cachorros num acampamento antes!

Existe ainda a possibilidade de ficar em um Comfort Camping, uma cabaninha de madeira com cama e utensílios domésticos, de frente para um gramadão com mesa de picnic, churrasqueira e espaço para fogueira. Uma maneira de acampar sem precisar de trailer ou sem o perrengue de montar barraca.

O acampamento é bem completo, com água potável e energia elétrica. Tem chuveiros (funcionam a base de moeda), banheiros e até máquinas de lavar roupa! Uma lojinha na entrada do parque vende comidas, lenha e alguns acessórios de camping.

ATENÇÃO: Sempre antes de acampar, verifique se não está tendo fire ban na região. Se estiver, você não vai poder acender uma fogueira. 

Para quem não é chegado, por procurar hotel nas cidades próximas, como Drumheller ou Brooks.

Seja como for, você vai precisar de um carro para chegar até o parque, mas é possível conhecer praticamente todo o lugar a pé. Basta disposição!

Links Úteis

Dinosaur Provincial Park

Informações sobre camping

Comfort Camping

Informações sobre as trilhas

Eventos, programas e passeios guiados

Fire Ban nos parques em Alberta

Outra opção para checar alertas de Fire Ban

 

%d blogueiros gostam disto: